Moedas de Inox

O inox é um material resistente que não enferruja e por isso liga de aço inox é usada nas moedas de 50 centavos e 01 Real

Quinta, 20 de junho de 2019


Em 1913, durante da Primeira Guerra Mundial, o inglês Harry Brearley fez um experimento: acrescentou cromo (Cr) ao aço. Nessa época os militares britânicos precisavam de um material mais resistente para a criação de suas armas.

Brearley logo descartou a sua invenção porque acreditou que o material não seria útil, mas, alguns dias depois ele percebeu que o aço não tinha enferrujado, a partir desse momento, o Inox passou a ser essencial no cotidiano: dentro ou fora de casa, na carteira ou no bolso.

No Brasil

Um dos grandes exemplos são as moedas brasileiras. Claro! Muitos materiais são usados na sua composição.
As moedas de 10 e 25 centavos são de aço carbono, por exemplo, as de 05 centavos possuem cobre em seu revestimento. A liga de aço inox é usada apenas nas moedas de 50 centavos e 01 Real.

Nas moedas de 50 centavos todo o seu material é de aço inox, já nas de 01 real o material é visto no seu núcleo e possuí o arco em cobre. Por esse motivo, as moedas que possuem cobre escurecem.
O material que foi criado para guerras, hoje é motivo de praticidade, beleza e também faz parte diretamente da economia.

Curiosidade


As moedas são feitas pelo processo mecânico da cunhagem, em que ela é gravada com as imagens de verso e anverso por duas faces de disco que as prensam, colocando as ilustrações que conhecemos.

A Casa da Moeda do Brasil, também responsável pelas notas, tem 25 prensas que produzem 850 unidades por minuto. A demanda da produção depende dos fatores econômicos atuais e o pedido é feito pelo Banco Central.

Para os colecionadores de plantão, a instituição faz uma pesquisa para criar ilustrações com temas específicos, como foi o caso da Copa do Mundo em 2016.


voltar

Assine nossa newsletter e receba novidades sobre o mercado